5 de dez de 2017

194. ASSASSINATO NO EXPRESSO ORIENTE (2017)

É realmente necessário uma refilmagem (ou nova adaptação) de 'Assassinato no Expresso Oriente' ? Eu acho que não era uma necessidade, já que o filme de Sidney Lumet (indicado para 6 Oscars e vencedor de Melhor Atriz Coadjuvante - Ingrid Bergman) continua extremamente delicioso de se assistir. Bom, então não era necessário mas acontece que já foi feito. Dirigido e protagonizado por Kenneth Branagh, essa nova versão não difere muito da outra versão, a não ser o visual mais rebuscado e o ritmo mais ágil. Essa nova versão tem uma fotografia belíssima e uma direção de arte fenomenal. O trem é um lugar apertado, mas bastante comprido, e a câmera consegue criar essa sensação de claustrofobia, de estarem todos presos naquele espaço. Além disso, a câmera está quase sempre em movimento ou em ângulos bastante originais e diferentes do que é o esperado. Essa movimentação da câmera faz o filme ser muito mais ágil e dinâmico do que a versão de 1974. Por outro lado, os personagens e as atuações do filme original são muito melhores trabalhados. O elenco dessa nova versão é fantástico e todos entregam atuações ótimas, mas acredito que o roteiro do longa de Lumet explorava muito mais os personagens, dando mais tempo de tela a eles. Aqui a maioria dos personagens tem seus pequenos momentos, mas nenhum tem uma grande cena marcante. Ao final do filme fica claro uma tentativa de criar uma franquia ao mencionarem o Rio Nilo, fazendo alusão ao livro 'Morte no Nilo'. A produção de um segundo filme já foi encomendada e em breve voltaremos a ver Kenneth Branagh voltando como Poirot - que, inclusive, nos entrega uma atuação maravilhosa e hilariante. 'Assassinato no Expresso Oriente' é um filme desnecessário, mas que entrega o que promete. É uma bom passatempo e um ótimo produto de entretenimento. (Murder on Orient Express. Dirigido por Kenneth Branagh. Com Kenneth Branagh, Willem Dafoe, Judi Dench e Daisy Ridley. Suspense. 114 min.) 

NOTA: 7.5

Nenhum comentário: