23 de out de 2017

185. O TÚMULO DOS VAGALUMES (1988)

As animações do Studio Ghibli são conhecidas pelo tom aventuresco e pela fofura de suas narrativas. Tendo isso em mente, nem parece que 'O Túmulo dos Vagalumes' é um filme do Ghibli. O filme conta a história de Seita e Setsuko, um garoto e sua irmãzinha que passam por diversos perrengues durante a Segunda Guerra Mundial. Em meio a tantas coisas ruins que acontecem com os personagens, eles ainda conseguem arranjar algum tempo simplesmente para serem crianças, gerando algumas das cenas mais lindas do filme. O roteiro aborda a guerra pela visão mais inocente possível, a das crianças que não estão ligando para os motivos disso tudo, nem para quem são as pessoas que estão atacando. Eles só querem sobreviver e serem felizes. A primeira cena do filme já nos mostra que ambos não irão sobreviver a isso tudo, mesmo assim a narrativa e esses personagens são tão envolventes que é impossível não se emocionar com as situações que eles passam. Talvez este seja o filme mais honesto com o verdadeiro sentimento que uma Guerra trás para uma nação. Estamos acostumados a vermos o lado dos soldados, ou dos judeus, mas raramente somos colocados nos olhos de uma criança que tem uma perspectiva totalmente inocente a respeito disso tudo. E é incrível como o roteiro de Isao Takahata está sempre te lembrando que são apenas crianças, criando cenas em que os irmãos só querem brincar e ter um pouco de diversão, mesmo quando a vida deles está em ruínas. 'O Túmulo dos Vagalumes' não é aquele tipo de filme que te faz chorar no final... ele te faz chorar o filme inteiro, desde o início. É um retrato cruel, porém honesto, dos verdadeiros estragos de uma Guerra. Um olhar inocente que deixa o coração de qualquer pessoa em pedaços. (Hotaru no haka. Dirigido por Isao Takahata. Drama. 89 min.) 

NOTA: 10

Nenhum comentário: