16 de ago de 2017

168. APOCALIPSE (2015)

Originalmente intitulado 'Extinction', este longa de 2015 é mais um que explora o mundo pós-apocalíptico dominado por zumbis. Sim, mais um. Mas a boa notícia é que este aqui acaba se destacando dos demais por seu roteiro com personagens muito bem escritos. O filme nos apresenta 3 pessoas que são as únicas sobreviventes da epidemia que tranformou o resto da população em zumbis. Uma menina e seu pai moram juntos e na casa ao lado têm um vizinho com o qual eles não conversam. O motivo de tal briga é revelado aos poucos e surge de maneira convincente, sendo apenas uma das várias camadas que os personagens possuem. Matthew Fox é um excelente ator, mas sempre enxergo o Jack de 'Lost' nos diversos papéis em que vi ele. Tirando esse detalhe, ele chora bonito e convence nas cenas mais dramáticas - mesmo lembrando Jack. Jeffrey Donovan sofre do mesmo mal, porém também convence no papel do pai super protetor. E por fim temos Quinn McColgan que está excelente no papel da pequena Lu, talvez sendo a melhor coisa do filme. Visualmente, o longa fotografado pelo veterano Josu Inchaustegui é lindo e muito bem filmado. Em alguns momentos surgem flares claramente criados digitalmente, e isso acabou me tirando do filme. Felizmente toda construção narrativa do roteiro é feita de maneira gradual e intrigante. Ele te dá alguns sustos legais, a maioria jump scares que funcionam dentro da proposta. 'Apocalipse' ganha pontos no desenvolvimento dos personagens e nas relações entre eles. Os diálogos poderiam ser melhorados e o terceiro ato soa extremamente clichê perto do que estavam preparando, mas isso não chega a estragar a experiência, apesar de ter me incomodado. No geral 'Apocalipse' é uma boa diversão que se destaca num mar cheio de filmes sobre o mesmo tema por ter personagens interessantes e bem desenvolvidos. (Extinction. Dirigido por Miguel Ángel Vivas. Com Matthew Fox, Jeffrey Donovan e Quinn McColgan. Terror / Drama. 112 min.) 

NOTA: 7.5

Nenhum comentário: