12 de ago de 2017

166. A SEMENTE MALDITA (1956)

Para aqueles que curtem filmes de terror com crianças como 'A Profecia', 'Cidade dos Amaldiçoados', 'Anjo Malvado' e 'A Órfã', fique sabendo que se não foisse 'A Semente Maldita' nenhum destes filmes existira. Por aqui ele também é conhecido como 'A Tara Maldita', mas prefiro o outro título. Dirigido por Mervin LeRoy, 'A Semente Maldita' é o primeiro grande filme a mostrar uma criança no papel de vilã, matando outros personagens. Na verdade os assassinatos são todos narrados pela sua mãe, pois creio que para a época seria forte demais mostrar tais assassinatos. O filme é baseado em uma peça de teatro, e ele transparece isso. São mais de 2 horas de diálogos e nada mais. O filme não possui nenhuma cena de ação e nem mesmo de terror, mas o roteiro consegue te manter preso na narrativa através da tensão criada em constante crescente. Talvez hoje em dia alguns fiquem incomodado com tamanha ingenuidade da personagem de Nancy Kelly, a Mãe. Fica nítido desde o início que ela tem uma certa suspeita nas atitudes de sua filha, mas ela demora demais a cair na real. Claro, ela é a mãe da garota, e naturalmente tentaria proteger ela, mas tudo isso é consequência do maior problema do filme: sua duração. São 129 minutos de diálogos e apenas isso. Claro, as atuações são incríveis, e a maioria dos diálogos são muito bem escritos, mas muita coisa poderia ser reduzida facilmente. PattyMcCormack brilha demais no papel da vilã Rhoda, e virou inspiração para personagens como Damien (A Profecia) e Esther (A Órfã) ao estrelar este drama com pitadas de suspense. Um excelente filme que merecia uma refilmagem um pouco mais voltada ao terror. (Bad Seed. Dirigido por Mervin LeRoy. Com Nancy Kelly e Patty McCormack. Drama / Suspense. 129 min.)  

NOTA: 8

Nenhum comentário: