26 de jun de 2017

150. INDIANA JONES e O TEMPLO DA PERDIÇÃO (1984)

Quando 'Os Caçadores da Arca Perdida' foi lançado, poucos filmes recebiam uma sequência. Até mesmo o gênero terror, famoso por incansáveis continuações, estava dando seus primeiros passos quando o assunto é franquias. Em 1984 Spielberg e Lucas se juntaram novamente para produzir mais uma aventura de Indiana Jones. Diferente do que estamos acostumados a ver em continuações, aqui Spielberg ignora totalmente o primeiro filme, focando apenas em contar mais uma aventura do arqueólogo. Quem não viu o filme anterior, pode assistir este sem medo, já que não é necessariamente uma continuação da primeira história, mas sim um novo conto envolvendo Indiana Jones. A trama de 'O Templo da Perdição' é bem mais dark, e isso incomoda Spielberg até hoje, que considera este o mais fraco da trilogia. Eu, particularmente, acho este o melhor capítulo da franquia. O filme consegue equilibrar momentos de tensão com ótimos toques de humor que deixam toda experiência totalmente agradável. As cenas de ação são extremamente bem elaboradas e perfeitamente editadas. Até hoje, considero uma das maiores falhas do Oscar esquecer 'O Templo da Perdição' na categoria de 'Melhor Edição'. A quantidade de efeitos aqui é bem maior e é tão gostoso ver esses efeitos especiais feitos na raça, sem o uso de computadores. Já se passaram mais de 30 anos e os efeitos especiais continuam atuais e não mostram sinais de envelhecimento. Mas além de tecnicamente impecável, o elenco deste capítulo é totalmente carismátic. Kate Capshaw e Jonathan Ke Quan são os grandes destaques do filme e roubam a cena cada vez que aparecem em tela. 'O Templo da Perdição' é uma aula de como fazer uma continuação, pois mantém o clima do primeiro filme ao mesmo tempo que cria uma nova aventura em terrenos bastante diferentes. Vibrante do início ao fim, o melhor da franquia! (Indiana Jones and the Temple of Doom. Dirigido por Steven Spielberg. Com Harrison Ford. Aventura. 118 min.)

NOTA: 10

Nenhum comentário: