23 de jun de 2017

149. OS CAÇADORES DA ARCA PERDIDA (1981)

Existem filmes que representam uma época, e para apreciá-los de maneira adequada é necessário se colocar na época em que a obra foi realizada.  E também existe aqueles filmes atemporais, que não envelhecem com o tempo. 'Os Caçadores da Arca Perdida' é uma dessas obras que continua tão atual e dinâmico quanto na época de seu lançamento. Assim como 'Star Wars' se inspira eM 'Buck Rogers', 'Indiana Jones' pega muito de Allan Quatermain, personagem de 'As Minas do Rei Salomão'. O filme evoca uma certa nostalgia, até mesmo para aqueles que não tem nenhuma relação com as obras que inspiraram George Lucas e Steven Spielberg. 'Caçadores' já abre com uma excelente cena de ação e a partir daí o filme dá poucas paradas. Na verdade, se observarmos a trilogia toda, este primeiro capítulo é o mais calmo. Spielberg trabalha muito mais a construção do suspense e do mistério do que a ação em si. Muitas cenas lembram puzzles, com um desafio que leva a outro desafio e assim por diante. Não é surpresa que o filme tenha ganho 5 Oscars, pois ele é tecnicamente impecável. A fotografia, a direção de arte e, principalmente, a trilha sonora. A música de John Williams eleva a narrativa a um patamar nunca antes alcançado, pois é ela que dá todo o tom e ritmo. Harrison Ford é outro ponto bastante importante para o sucesso de 'Caçadores', já que seu carisma é algo absurdo. Ele não é um gênio, nem ganhou Oscars, mas é só Harrison aparecer em tela que tudo parece se encaixar. 'Os Caçadores da Arca Perdida' é um filme que serve como forte inspiração até hoje. Podemos facilmente dividir a história do cinema de aventura em 2 tempos: antes e depois de 'Indiana Jones'. Steven Spielberg e George Lucas criaram uma obra que transcende o tempo, que dita novas regras para o gênero, e que estabelece um novo tipo de ritmo para a narrativa no cinema. (Raiders of the Lost Ark. Dirigido por Steven Spielberg. Com Harrison Ford. Aventura. 115 min.) 

NOTA: 9

Nenhum comentário: