1 de fev de 2017

116. A BRUXA (2015)

O gênero horror é de fases. Basicamente a cada 10 anos o gênero se reinventa e a cada mudança surgem títulos que impressionam e que acabam sendo importantes pra essas re-invenções. A moda da vez é misturar terror com drama. Filmes como 'O Babadook', 'Deixe Ela Entrar' (também seu remake) e 'Sob A Sombra' são filmes recentes que se preocupam mais em desenvolver personagens e narrativa do que dar sustos ou chocar com a violência. Claro, os sustos e a tensão estão ali, mas nada é gratuito e tudo é construído de uma forma mais lenta nesses filmes. 'A Bruxa' segue esse estilo. Quem está esperando um terror frenético, cheio de violência, mortes e sustos, vai sair decepcionado. O filme tem sim uma leve dose de gore no final, mas todo o resto é calmo e ao mesmo tempo inquietante. O filme vai criando uma atmosfera incrivelmente incômoda, que vai se intensificando a cada minuto. Os personagens e suas motivações são muito bem explorados e o fato de os ideais de cada um se confrontarem gera cenas extremamente poderosas. O roteiro é perfeito em seus diálogos e no modo como as pistas vão sendo liberadas de formas nada convencionais. Além disso, o elenco inteiro está absolutamente incrível, nível Oscar. O visual do filme, que possui uma fotografia praticamente perfeita e o design de produção bastante simples porém eficaz ajudam com a construção da tensão. Um filme sensacional. Um clássico instantâneo do terror. 'A Bruxa' é aquele tipo de filme que vai ser lembrado por muitos anos. (The Witch. Dirigido por Robert Eggers. Com Anya Taylor-Joy, Ralph Ineson e Kate Dickie. Terror. 92 min.)

NOTA: 9

Nenhum comentário: