7 de set de 2015

80. BOA NOITE, MAMÃE (2015)

Ultimamente tenho visto diversos filmes de terror que apostam em uma enorme e forte carga dramática, como 'The Babadook'  (2014) e 'Deixe Ela Entrar' (2008). 'Boa Noite Mamãe'  é mais um terror que investe forte nas relações de seus personagens, dando muito mais atenção no desenvolvimento de uma boa história do que na violência ou nos sustos. O roteiro, escrito pelos próprios diretores, consegue criar um mistério bastante intrigante e ao mesmo tempo consegue desenvolver muito bem os personagens. Somos apresentados a Lukas e Elias, dois irmãos gêmeos que suspeitam que sua mãe, na verdade, é uma intrusa. Eles a amarram em uma cama e a partir daí começam uma longa jornada de torturas físicas e psicológicas com o intuito de fazer a verdade aparecer. O filme é recheado de cenas agoniantes e cheias de tensão e suspense, também possui sim uma bela quantidade de violência gráfica, mas não acaba sendo o foco principal. Os dois irmãos estão absurdamente incríveis, com seus rostos angelicais, mas que ao mesmo tempo passam um certo desconforto. Susanne Wuest também está impecável como a Mãe, que não tem seu nome revelado em nenhum momento. 'Boa Noite, Mamãe' é um filme com fortes elementos dramáticos, mas não deixa de ser um terror genuíno. Possui um suspense muito bem construído, personagens interessantes, além de um roteiro escrito com maestria e uma direção forte e bastante certeira. Além disso, possui cenas de violência que vão satisfazer os fãs mais hardcore do gênero. (Ich Seh, Ich Seh. Dirigido por Severin Fiala, Veronika Franz. Com Lukas e Elias Schwarz. Terror. 99 min.)


NOTA: 9