11 de fev de 2015

30. A TEORIA DE TUDO (2014)

'A Teoria de Tudo' talvez seja uma das críticas mais difíceis de escrever. Sou fascinado por Stephen Hawking e pela história da sua vida. Ao saber da produção desse filme, fiquei bastante animado com a ideia. Com a chegada dos trailers ficou óbvio que as atuações seriam o grande chamariz do filme. Eddie Redmayne interpreta o físico e Felicity Jones sua esposa. O casal possui uma química incrível e ambos estão fantásticos em seus papéis. Eddie é merecedor de todos os prêmios assim como Felicity pelas indicações que vêm recebendo nessa temporada de premiações. É uma pena que o filme em si seja bastante decepcionante. Focando muito mais no relacionamento e nas dificuldades que a personagem de Felicity passa ao ter que cuidar do marido que, aos poucos, vai perdendo o movimento dos músculos. Colocar a perspectiva a partir do ponto de vista da esposa é uma idéia bastante corajosa, mas tratar toda situação - durante 2 horas - como um grande melodrama, acaba cansando. Eu esperava que o filme focasse mais nas conquistas de Hawking e em suas batalhas pessoas do que nos problemas pessoais de sua esposa que, apesar de ser uma personagem incrível, não precisava ser o foco da narrativa. O filme foi indicado para 5 Oscar, incluindo Melhor Filme mas, na minha opinião, filmes como 'Garota Exemplar' e 'Foxcatcher' poderiam substituí-lo facilmente. No fim das contas 'A Teoria de Tudo' não é filme ruim, mas seus problemas ofuscam - e MUITO! - suas qualidades, fazendo com que o esforço de Eddie Redmayne e Felicity Jones sejam (quase!) em vão. Um filme previsível e extremamente melodramático, mas que se salva graças às incríveis atuações do casal principal. (The Theory of Everything. Dirigido por James Marsh. Com Eddie Redmayne, e Felicity Jones. Drama. 123 min.)

NOTA: 5.5

Nenhum comentário: